Siula Grande - Rumos: Roteiros para sua próxima aventura!
Siula Grande
 Arquivos disponíveis:
Trekking moderado
Montanhismo moderado
Montanhismo difícil

País - Peru Bookmark and Share

Siula Grande

Altitude Máxima: 6344 metros.

Altitude Mínima: 3270 em LLamac

Temporada ideal: Junho a Agosto

Outros locais do roteiro:

  • Siula Grande
  • Yerupaja
  • Jirishanca
  • Forma da obtenção dos dados:

    Dados não georreferenciados. Contribua conosco!

    Mais informações sobre este roteiro:


    Este pico, localizado na Cordilheira Huayhuash, é um dos mais elevados e mais difíceis do Peru. Tornou-se famoso como o local do épico inacreditável livro de Joe Simpson, "Touching the Void" (Tocando o Vazio).

    O interesse neste pico aumentou ainda mais quando livro de Simpson se transformou em um filme em 2004.  Depois disso, o vizinho Yerupaja, o pico mais elevado do Huayhuash e o segundo em altitude no Peru, deixou de ser o pico mais famoso da região. Graças à tragédia de Joe Simpson, o Siula Grande agora figura entre os picos mais famosos do Peru e do mundo.

    A Cordilheira Huayhuash está situada no Peru central norte, justamente ao sul da Cordilheira Blanca, a mais popular da região. O centro legitimamente urbano mais próximo é Chiquian, onde os guias e os burros podem ser obtidos. A maior cidade mais próxima é Huaraz, capital do departamento de Ancash, onde a maioria dos turistas param primeiramente a caminho desta região (boa para a aclimatação). Huaraz é alcançada facilmente de ônibus (aproximadamente 8 horas) do centro de cidade de Lima.

    Há um serviço de linha de ônibus que conecta Huaraz a Chiquian, mas os horários não são certos. Para saber melhor é preciso estar em Huaraz. Você pode também alugar um carro para dirigi-lo a Chiquian (aproximadamente 3,5 horas de Huaraz). Na última verificação, havia também um serviço direto de ônibus de Lima a Chiquian, mas outra vez, procure saber por lá, porque prováveis mudanças de horários ocorrem freqüentemente.

    De Chiquian você está a noroeste da cadeia montanhosa de Huayhuash. A aproximação pelo lado oeste é pela Laguna Jahuacocha (4066m) por um trekking de 3 dias, ou utilizando um coletivo (van) a Llamac em uma estrada recentemente construída. Do pequeno povoado de Llamac, o trekking sobre uma das elevações passa ao leste e este o deixará próximo a Jahuacocha.

    O coletivo de Chiquian a Llamac sai de manhã de Chiquian (por volta de 9:00h), custo é 5 pesos para moradores locais, mas você pode pagar de 7 até 10. É uma viagem de 2-3 horas. O coletivo de retorno sai em torno de 11:00h.

    A aproximação à face leste é na área em torno do Lago Carhuacoccha. Para alcançar a área de Carhuacocha, norte principal de Llamac (ao longo da estrada acima mencionada) até a localidade de Matacancha, na base da passagem de Cancanampunta. Cruze esta passagem -- que divide a vertente do pacífico da bacia da Amazônia -- ao leste. Alternativamente, de Chiquian, é possível pegar um ônibus para La Unión, onde você pode pegar um coletivo a Queropalca. Algumas horas de caminhada subindo ao lado do Rio Carhuacocha chega-se ao lago.

    Melhor época

    As montanhas de Huayhuash são geralmente escaladas de Maio a Setembro, mas os melhores meses é entre Junho e Agosto, no ápice do período de estiagem.

    Condições da Montanha


    Muito tem acontecido para a mudança na aparência dos picos de Huayhuash desde o último fenômeno do El Niño, particularmente o recuo das geleiras, a abertura gretas  enormes e formação de seracs grandes.

    Trekking nos arredores de Huayhuash

    Um trekking magnífico que rivaliza apenas com alguns na Ásia é o circuito da Cordilheira Huayhuash.

    A aproximação da montanha é uma viagem exótica através de uma cadeia de montanhas raramente galgadas. Os cumes cobertos de neve erguem-se-se a quase 6000m acima dos lagos e das passagens remotas.

    A rota cruza duas passagens elevadas, Paso Chaucas (4800m) o então espectacular Portachuelo de Huayhuash (4750m) onde se junta ao famoso circuito de Huayhuash. Finalmente seguindo um vale elevado a um acampamento abaixo dos lagos glaciais de coloração turquesa e dos grandes cumes de Yerupaja e de Siula Grande.

    Mapas e livros

    Mapas bons da topografia da área (ou mesmo alguns mapas bons da área) são difíceis de encontrar próximo de Huayhuash. Entretanto, o Alpine Mapping Guild teve publicado recentemente um mapa encapado ilustrado do relevo na escala de 1:65000 da Cordilheira Huayhuash. Este é provavelmente o melhor mapa disponível atualmente (como é de 2004) da área.

    Há um outro mapa da Cordilheira Huayhuash, feito em 1939 pelos primeiros exploradores da Cordilheira Huayhuash liderados por Hans Kinzl. Entre os mapeadores estava o famoso suíço Ernst Schneider. Com uma escala de 1:50000 é o melhor mapa disponível, mas alguns dos lagos pequenos não são mostrados porque os mapeadores não poderiam ver cada inclinação e não teriam nenhum retrato feito por meio aéreo.

    Veja esse roteiro no Google Earth:

    Notícias Relacionadas:

    Quer contribuir com o Rumos?

    O Rumos está aberto a contribuição de seus leitores. Clique para saber mais.

     



    .
    O site Rumos: Navegação em Montanhas é mantido pelo Portal AltaMontanha.com - Consulte nossa Política de Uso!