Pico da Bandeira - Rumos: Roteiros para sua próxima aventura!
Pico da Bandeira
 Arquivos disponíveis:
Trekking leve
Montanhismo fácil

País - Brasil - Minas Gerais Bookmark and Share

Pico da Bandeira

Altitude Máxima: 2892 metros.

Altitude Mínima: 1915m (tronqueira)

Temporada ideal: Preferencialmente no inverno, porém pode ser escalada durant

Outros locais do roteiro:

  • Pico da Bandeira
  • Pico do Calçado
  • Pico do Cristal
  • Forma da obtenção dos dados:

    Trilhas e waypoints georeferenciados por Maximo Kausch em Novembro de 2009

    Mais informações sobre este roteiro:


    O Pico está localizado no Parque Nacional do Caparaó, na Serra do Caparaó, na divisa entre os municípios de Ibitirama, Espírito Santo, e Alto Caparaó, Minas Gerais. A carta topográfica do IBGE para a região, publicada em 1977, mostra o cume propriamente dito inteiramente dentro do Espírito Santo, a poucos metros da divisa mineira, e alguns serviços de imagens de satélite, como o Google Maps, também o fazem. Entretanto, o Anuário Estatístico do Brasil, também do IBGE, lista o Pico da Bandeira como o ponto culminante de ambos os Estados, sendo esta a posição oficial do órgão.

    O Pico da Bandeira possui esse nome porque, por volta de 1859, D. Pedro II determinou que fosse colocada uma bandeira do Império no que, na época, era tido como o ponto mais alto e imponente do Brasil, pois ainda não era conhecido o Maciço do Pico da Neblina, onde está o ponto culminante do país.

    Mesmo sendo o terceiro ponto mais alto do Brasil, O Pico da Bandeira é a mais acessível das montanhas mais altas do país, pois existem trilhas muito bem sinalizadas pelo lado do Espírito Santo (Portaria Capixaba na comunidade de Pedra Menina, em Dores do Rio Preto) e também pelo lado de Minas Gerais (Portaria Mineira em Alto Caparaó), porém, à noite há que se ter muita atenção para não se perder.

    Em alguns pontos das trilhas a sinalização deixa a desejar, e em ambos os lados há entroncamento de trilhas adjacentes. Na primeira realização do percurso, reserve um guia antes; desta forma o passeio é mais seguro. Outro ponto importante é que dentro do parque não há restaurantes nem nada do gênero (legislações de parques de preservação tornam a instalação destes muito dificultada), portanto lembre-se de levar comida e bebida, pois lá só tem água.

    É necessário levar agasalhos e roupas impermeáveis. O Pico da Bandeira é um dos pontos mais frios da região Sudeste. É pouco provável a ocorrência de neve por causa clima seco do inverno que deixa umidade muito baixa.  As temperaturas no pico podem chegar até -10°C, sendo que no inverno as geadas são diárias.

    Principais montanhas do Parque do Caparaó:

    Pico da Bandeira (2892m)
    Com certeza uma das montanhas mais visitadas do Brasil. Seu acesso é simples e o mais fácil é a partir do acampamento Terreirão, de onde segue por trilha bem aberta até o seu cume.
    Nível de dificuldade: fácil.
    Tempo necessário: 1 dia.
    Acesso: permitido.

    Pico do Calçado (2770m)
    Montanha que na verdade não é uma montanha, apenas um "ombro" do Pico da Bandeira, seu acesso é o mesmo do Pico da Bandeira, sendo que ao chegar ao colo das montanhas no final da subida pelo vale, segue-se para a direita em vez da esquerda. Do Pico da Bandeira até o Calçado é cerca de 15 minutos.
    Nível de dificuldade: fácil.
    Tempo necessário: 1 dia.
    Acesso: permitido.

    Pico do Cristal (2770m)
    Uma das montanhas mais bonitas do Brasil. Seu acesso mais curto é feito a partir do acampamento Casa Queimada mas também pode ser acessado a partir do Terreirão descendo a crista do Calçado em sua direção.
    Nível de dificuldade: fácil.
    Tempo necessário: 1 dia.

    Morro da Cruz do Negro (2658m)
    Montanha de acesso mais próximo do parque, fica localizada ao lado do acampamento Terreirão. Para seu acesso comece pela trilha qe leva ao Pico da Bandeira e, antes de chegar a grande laje de pedra, siga em trilha pouco aberta para a esquerda, alcançando seu cume em poucos minutos.
    Nível de dificuldade: fácil.
    Tempo necessário: 1 dia.
    Acesso: proibido.

    Pedra Roxa (2649m)
    Montanha um pouco isolada do Caparaó que é vista do cume do Pico da Bandeira quando se olha sentido Nordeste. Para seu acesso pode-se descer a crista oposta a trilha normal de subida do Bandeira até o colo entre as montanhas, sendo esse o acesso mais fácil, ou contornar o Bandeira pela esquerda nas lajes de pedra antes de iniciar a subida pelo vale entre Bandeira e Calçado chegando da mesma maneira no colo entre o Bandeira e a Pedra Roxa.
    Nível de dificuldade: médio.
    Tempo necessário: 1 dia.
    Acesso: proibido.

    Pico do Tesouro (2620m)
    Conhecido pelos guias locais como Pico Cabritos, é a montanha com acesso mais remoto do Caparaó. Para seu acesso deve-se subir o Morro da Cruz do Negro e seguir rumo ao Norte passando pelo Falso Tesourinho, Tesourinho e finalmente chegando nos dois cumes do Tesouro (onde há uma placa de metal). Para ir até essa montanha e retornar ao Terreirão, dependendo o ritmo da pessoa, pode levar 2 dias.
    Nível de dificuldade: médio.
    Tempo necessário: 1 a 2 dias.
    Acesso: proibido.

    Pico do Tesourinho (2584m)
    Erroneamente chamado pelos guias de Tesouro, essa montanha é acessada também a partir do Morro da Cruz do Negro, sendo o 2º cume da crista da serra do Caparaó que segue rumo ao Norte. Até ela é metade do caminho até o verdadeiro Tesouro.
    Nível de dificuldade: médio.
    Tempo necessário: 1 dia.
    Acesso: proibido.

    Falso Tesourinho (2570m)
    Montanha chamada de Tesourinho pelos locais, essa montanhas não está na classificação do IBGE entre as montanhas mais altas do Brasil. Nela se encontra também uma cruz antiga próxima ao seu cume, mesmo assim não é o Morro da Cruz do Negro pela coordenada oficial do IBGE. Seu acesso é feito a partir do Morro da Cruz do Negro seguindo a crista da serra rumo ao Norte.
    Nível de dificuldade: fácil.
    Tempo necessário: 1 dia.
    Acesso: proibido.

    Veja mais:

    :: Roupas apropriadas  para frio de montanha

    :: Calçados para montanhismo



    Veja esse roteiro no Google Earth:

    Notícias Relacionadas:

    Quer contribuir com o Rumos?

    O Rumos está aberto a contribuição de seus leitores. Clique para saber mais.

     



    .
    O site Rumos: Navegação em Montanhas é mantido pelo Portal AltaMontanha.com - Consulte nossa Política de Uso!