Vulcão Peinado - Rumos: Roteiros para sua próxima aventura!
Vulcão Peinado
 Arquivos disponíveis:
Montanhismo moderado

País - Argentina Bookmark and Share

Vulcão Peinado

Altitude Máxima: 5870 metros.

Altitude Mínima: 4670 em Paso San Francisco

Temporada ideal: Outono e primavera

Outros locais do roteiro:

  • Nevado San Francisco
  • Vulcão Antofalla
  • Incahuasi
  • Ojos de Salado
  • Nevado Condor
  • Vulcão Vallecitos
  • Vulcão Colorado
  • Vulcão Sierra Nevada
  • Forma da obtenção dos dados:

    Via GPS 60 Csx em Janeiro de 2013.

    Mais informações sobre este roteiro:


    O Peinado é um belo vulcão com uma forma cônica perfeita que se destaca na paisagem da região do Paso San Francisco, região com a maior concentração de montanhas de 6 mil metros nos Andes, talvez não se destacando mais somente por não ser um 6 mil.

    Sua beleza e imponência chama atenção de longe e não por menos que sua primeira ascensão foi antes da chegada do europeu à América, através de montanhistas incas, como muitas das montanhas andinas.

    Nos últimos 500 anos, no entanto, foram poucos os que se aventuraram em suas ladeiras. Aparentemente apenas umas quatro expedições estiveram em seu cume, dentre elas a de Waldemar Niclevicz e Pedro Hauck que atingiram o cimo do vulcão no dia 1 de Janeiro de 2013.

    Acesso

    Uma das maiores dificuldades para escalar o Peinado é o acesso. A rota deste tracklog é acessada pela Ruta Nacional 60, antes da fronteira com o Chile numa saída à direita da estrada. Este caminho informal, de 36 quilômetros, requer o uso de um veículo 4x4 e um piloto experiente, pois percorre-se um trecho com muita areia vulcânica que fica ao lado de um enorme precipício, onde qualquer vacilo fará o motorista ir pro buraco, ou pro céu, mais cedo.

    Para evitar este trecho é possível dar uma volta gigante, de 291 quilômetros em caminho 4x4, chegando pelo vulcão por Antofagasta de La Sierra, onde começa uma travessia pelo Salar de Antofalla onde poucas pessoas passam, num local extremamente selvagem, mas menos perigoso. Esta travessia, descrita no Blog do montanhista Pedro Hauck, consta no tracklog. Recomenda-se fazê-la em dois veículos.

    No campo base não há água.

    A ascensão

    Chegando na base subir o vulcão é fácil. Basta tomar o azimute rumo ao cume e descobrir um caminho viável pelo meio das rochas vulcânicas. Na metade para cima há muita pedra solta. É preciso cuidado para não prender o pé fazendo uma versão membro inferior e incaica de 127 horas.

    O cume tem uma pequena cratera com um lago com águas turquesas. De acordo com o montanhista argentino Marcelo Scanu, há indícios de escaladas incas ali, mas os brasileiros que lá estiveram não encontraram nada. São 5.3 quilômetros de ataque e 1440 metros de desnível.

    Contém nos anexos

    • Acesso ao Vulcão Peinado por Antofagasta de La Sierra
    • Acesso ao Vulcão Peinado pela Ruta 60
    Links externos:

    :: Relato da ascensão ao Peinado por Pedro Hauck
    :: Dicas de escalada do Peinado de Waldemar Niclevicz



    Veja esse roteiro no Google Earth:

    Quer contribuir com o Rumos?

    O Rumos está aberto a contribuição de seus leitores. Clique para saber mais.

     



    .
    O site Rumos: Navegação em Montanhas é mantido pelo Portal AltaMontanha.com - Consulte nossa Política de Uso!