Tres Cruces Central - Rumos: Roteiros para sua próxima aventura!
Tres Cruces Central
 Arquivos disponíveis:
Trekking leve
Montanhismo moderado

País - Chile Bookmark and Share

Tres Cruces Central

Altitude Máxima: 6643 metros.

Altitude Mínima: 750m (Copiapo) 2584m (Fiambala)

Temporada ideal: Setembro-Março

Outros locais do roteiro:

  • Vicuñas
  • Tres Cruces Sur
  • Tres Cruces Central
  • Ojos del Salado
  • Muerto
  • Condor
  • Incahuasi
  • Patos
  • Bonete Chico
  • Solo
  • Ata
  • Cazadero Grande
  • Nacimiento
  • Antofalla
  • Forma da obtenção dos dados:

    Dados obtidos por Maximo Kausch usando um Garmin Colorado 300 em Janeiro de 2011

    Mais informações sobre este roteiro:


    A Ruta 60 (pela Argentina) está asfaltada e em boas condições. A estrada nacional 31 (pelo Chile) não está asfaltada, porém pode ser percorrida (com cuidado) por qualquer veículo. Ao sair da 31, um veículo 4x4 com suspensão alta é requerido.

    É recomendada um permissão do DIFROL feita pela internet (Departamento de Fronteiras e Limites do Chile). Esta permissão pode ser exigida no controle fonteiriço de Maricunga. Fora o DIFROL, nenhuma permissão é requerida. Ajuda por ser obtida por VHF 149.485 MHz.

    É muito importante dispôr de alguma forma de comunicação (telefone satelital ou VHF) no caso de qualquer dificuldade. A região é extremamente remota e requer o escalador levar água desde Fiambalá ou Copiapó. Combustível extra é também extremamente necessário, pois as distâncias a serem cobertas alcançarão mais quilômetros do que o tanque de combustível consegue oferecer.

    Se o escalador não dispôr de veículo 4x4, não é recomendado que ele ande fora da estrada 31.

    O Tres Cruces tem um longo rio que nasce próximo ao colo a mais ou menos 5800m e morre a 4400m. No colo a 6000m existe um lago (que pode estar seco ou congelado), porém de água potável.

    O cume do Tres Cruces central é na verdade a crista lateral de uma antiga borda vulcânica. O ponto mais alto parece ser o "cume vermelho" e não o "cume preto". A caixa do livro do cume não foi encontrada. A parte final pela crista é rochosa e apresenta partes bastante expostas de escaladas de 4º grau. Para evitar esta parte, o escalador pode usar uma piqueta de travessia e crampons escalando uma rampa de neve de 40 graus, saindo na crista do cume.


    Veja esse roteiro no Google Earth:

    Quer contribuir com o Rumos?

    O Rumos está aberto a contribuição de seus leitores. Clique para saber mais.

     



    .
    O site Rumos: Navegação em Montanhas é mantido pelo Portal AltaMontanha.com - Consulte nossa Política de Uso!